sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Por que preferimos as sextas-feiras aos domingos

Eu não me canso de falar sobre as qualidades do projeto TED como forma de disseminar o pensamento crítico nos dias atuais, vejam como exemplo esta interessante palestra da neuropsicóloga Tali Sharot que expõe com clareza a ideia de que a antecipação nos faz mais felizes, ou seja, sentimos mais prazer em saber que algo bom vai acontecer do que se este mesmo "algo" acontece de repente.


O caso é que um experimento realizado pelo economista Geroge Loewenstein, onde pessoas deviam decidir quanto estariam dispostos a pagar por receber o beijo de alguém famoso e em que momento preferiam recebê-lo, chegou a conclusão que a maioria das pessoas estavam dispostas a pagar mais por adiar no tempo antes que recebê-lo imediatamente. Isto é, estamos dispostos a pagar por esperar e saborear essa sensação de que algo bom vai chegar.

Segundo Tali Sharot, este é em parte o motivo pelo qual preferimos as sextas-feiras aos domingos. Apesar de que os domingos sejam um dia feriado e nas sextas-feiras trabalhamos, quando se faz uma pesquisa de opinião, a sexta-feira aparece sempre na frente do domingo como dia favorito.

- "As pessoas adoram a sexta-feira, sobretudo às 6 da tarde, porque significa a antecipação do fim de semana, enquanto o domingo só oferece a expectativa de xaropes como Faustão e Gugu de uma semana de trabalho", assegura Sharot.

Isto indica que nossa análise da realidade está condicionada pelas expectativas e encaixa com outra hipótese de Sharot: que nosso cérebro está direcionado para o otimismo  e isto nos permitiu atingir muitos sucessos como indivíduos e como espécie. Este direcionamento se manifesta de maneira muito clara quando perguntamos às pessoas sobre as expectativas sobre seu próprio futuro e as do vizinho. Achamos que o nosso será sempre melhor do que os demais e que as mensagens nos maços de cigarro ou os alertas relacionados com o perigoso combo direção+álcool, por exemplo, não se referem a nós.

É possível estudar isto desde o ponto de vista da fascinante neurociência? Sharot e sua equipe estão tentando e o assunto tem bastante pano para manga. Vejam a palestra, com certeza irão gostar.

Clique em play e se necessário escolha o seu idioma




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não esqueça de assinar nossa newsletter para receber as promoções. Obrigado por comentar!

Blog parceiro do

Encontre as melhores marcas de acessórios para maquiagem e diversos modelos de tênis femininos no Paraíso Feminino.

Postagens populares